sábado, 11 de agosto de 2012

189# Mera Gente - 12#


Não, este não é o meu bolo, mas bem que poderia ser. Faço hoje dezoito anos, algo como 6579 dias. O que é que isto sinifica? Significa que devo olhar para trás e refletir, sobre mim mesma.
Para começar, tenho de graças por ter nascido num país que me prorporciona oportunidades e não num local onde estou totalmente condicionada e literalmente destinada ao fracasso. Um país onde conheci pessoas inteligentes e amigáveis, que se tornaram, nem que fosse por momentos, minhas amigas.
Neste meu tempo de vida, soube o que é sofrer, desejar e não ter, querer e não poder ter. Soube amar quem me amou e amar quem já me deixou. Aprendi a prezar os pequenos momentos, transformando-os em grandes, compreendendo quão importantes eles podem ser. Tive de saber perder, para reconhecer o sabor da vitória e assimilar a ideia de que chorar não é para oa fracos, mas sim para aqueles que têm coragem suficiente para admitir que algo está errado.
Olho agora para trás e não me arrependo de nada do que fiz ou fui. Não odeio ninguém, pois sei que os meus sentimentos alteram-se. Porque sei que cresci. Gostaria de permanecer a criança de que me recordo. Que gritava, ria e chorava cada vez que caia, mas tenho de dar lugar aos outros, para que um dia possa ensiná-los que crescer não é assim tão mau.
18 anos... Nem parece, nem pensei. A única coisa que me passa pelas ideias é o desejo de viver mais vinte, mais trinta, mais setenta anos.  Desta vez, sem medos de arriscar, mudar, viajar. De braços abertos para o mundo que se vai tornando cada vez mais pequeno e estranho. Quero visita-lo enquanto sei que o conheço, ou penso conhecer.
Enfim, dezoito anos já cá estão, que os dias sejam diferentes, que as filosofias mudem, mas a alma permaneça a mesma.
O que espero ter daqui a 365 dias? Bem... 
- Um livro escrito;
- O secundário terminado;
- O meu curso escolhido ;
- Uma viagem feita;
- Falta de medos;
- Um penteado novo;
- Quase catorze anos de amizade;
- A minha família comigo;
- E muita saúde e felicidade.
Mais?
- Sensatez, só isso.
Sorte nº17, NamelessGirl

Sem comentários:

Publicar um comentário

"Posso não concordar com uma só palavra tua, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-lá."__ Voltaire